domingo, 14 de março de 2010

ALERTA VERMELHO PARA OS HOMENS
Guia elaborado pela Sociedade Brasileira de Urologia explica o que é e quais são as
funções da próstata. 

Não precisa ser médico para saber da importância do exame da próstata a partir dos 45anos. A doença é a segunda causa mais freqüente de morte por câncer em homens e suaincidência tem aumentado consideravelmente nos últimos 20 anos.
Dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) revelam que um caso novo é registrado a cada três minutos e um óbito acontece a cada 24 minutos no Brasil. Para conscientizar os homens, a entidade e seus três mil associados iniciam em novembro a Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Próstata.
O presidente da SBU, Dr. Sidney Glina, elaborou um guia rápido sobre
a glândula.


PRÓSTATA. É uma pequena glândula só encontrada no homem. Com o tamanho de uma
castanha, está localizada logo abaixo da bexiga, na parte inicial da uretra. Sua função
principal é colaborar com a reprodução humana porque produz substâncias que sairão
juntamente com o esperma e permitirão aos espermatozóides sobreviverem e atingirem o
óvulo feminino.

CAUSA. As causas do câncer de próstata ainda são desconhecidas. Suas razões têm a ver
com a idade (quanto mais velho, maior a probabilidade), hormônio (testosterona), histórico
familiar, raça (maior incidência no homem negro) e alimentação (o Japão é o país de menos
registros).
SINTOMAS. O câncer de próstata não causa qualquer sintoma em seu início, justamente
na fase em que pode ser curado. Quando já está em estado avançado o câncer pode
interromper o canal da uretra, quando o homem começa a sentir dores ao urinar. Por isso é
necessário o exame periódico a partir de 45 anos.

DIAGNÓSTICO. A identificação da doença se dá principalmente pelo exame de toque
retal conjugado à biópsia. A dosagem sangüínea do PSA (Antígeno Prostático Específico)
também pode acusar o câncer, no entanto, em 20% dos casos o PSA não aponta a doença.

TRATAMENTO. Depende de vários fatores como estágio da doença, idade do paciente,
concomitância com outras doenças ou condição clínica do paciente. São quatro as
modalidades de tratamento que podem ser utilizadas de formas isoladas ou combinadas em
diferentes estágios da doença: observação, cirurgia, radioterapia e tratamento hormonal.

CONSEQUÊNCIAS. As doenças da próstata são freqüentes ao longo da vida do homem.
Se não forem diagnosticadas a tempo, podem trazer seqüelas como infertilidade,
impotência sexual, infecção generalizada, problemas urinários e até mesmo ocasionar a
morte.